• Prof Geraldo Lima

Apologia ao remédio ou à droga

O botulismo é uma intoxicação provocada pela toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum, é uma neurotoxina que interfere na liberação do neurotransmissor acetilcolina, provoca paralisia muscular inclusive do diafragma e pode levar à morte; porém em pequenas doses pode ser benéfica sendo usado como relaxante e paralisante muscular.



A jararaca –Bothrops jararaca – é uma serpente cujo veneno provoca hemorragia, edemas e necrose, são responsáveis por 90% das mortes por mordida de cobre no Brasil, as pessoas mordidas desmaiam rapidamente por uma queda acentuada da pressão arterial; esse fato levou os pesquisadores a um componente desse veneno que hoje é utilizado como princípio ativo de um remédio para a hipertensão.


A aranha armadeira – Phoneutria nigriventer – é extremamente agressiva e possui um veneno neurotóxico que despolariza as terminações nervosas, interfere na contração do músculo cardíaco… pode levar à morte, além de tudo isso e de provocar dor intensa, causa também um quadro de priapismo que desencadeou estudo no tratamento das disfunções eréteis.


A Canabis sativa, conhecida como maconha possui propriedades psicoativas como alucinações, delírios, alterações de tempo e espaço oriundas do THC; porém apresenta também na sua composição o canabidiol que apresenta efeito controlador do SNC no tratamento de doenças como esquizofrenia, epilepsia, Parkinson, entre outras.


Duas coisas são muito interessantes quando se discute esses assuntos:


O primeiro é o simples fato que quando se toma um medicamento qualquer e de fato se está precisando dele, seu efeito será benéfico, porém se tomarmos um remédio sem necessidade o mesmo poderá causar problemas.


O segundo e certamente o mais interessante é que eu nunca vi ninguém fazendo apologia às mordidas de jararacas.


9 visualizações

Biologia GeralDo / Ezoide​

© 2020 por Professor Geraldo Lima

  • Instagram
  • YouTube ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social